Por que usamos a aliança na mão esquerda?

Por que usamos a aliança na mão esquerda?

Símbolo máximo da união entre um casal, a aliança acompanha as diferentes fases de um relacionamento: namoro, noivado e casamento. Mas, você sabe por que ela passa da mão direita para a esquerda? Mergulhe nessa história e veja que o que parece tradição é a mais pura declaração de amor.

Qual mulher nunca sonhou em passar o anel da mão direita para a esquerda? Tudo vem carregado de bons momentos… o encontro especial, a famosa caixinha de veludo com a aliança dentro e por fim o pedido. São tantos planejamentos para este dia que esquecemos de resgatar o simbolismo de um dos verdadeiros símbolos da união do casal: a aliança.

alianças

A palavra aliança tem origem no latim com a palavra alligare que significa uma relação de proximidade, pacto ou união. Portanto, fazer uma aliança ou usar uma aliança quer dizer que você fez um acordo ou união com a outra pessoa, além do voto de fidelidade e cumplicidade. Já a forma circular da aliança demonstra que este pacto é eterno, sem início e sem fim. Ou seja, ela é a prova de que o amor entre o casal é contínuo e que nunca acabará.

Por que o dedo anelar?

Dentre todas as teorias que rondam está tradição, a mais aceita é a que nasceu entre os gregos e diz que no dedo anelar da mão esquerda tem uma veia ou nervo que tem ligação direta ao coração. Ou seja, é uma forma dos corações do casal para sempre estarem atraídos um pelo outro.

Já para os chineses o uso da aliança no quarto dedo da mão esquerda é no mínimo curiosa. Ao se juntar uma mão à outra com os dedos retos, como se faz para rezar, e dobrando bem apenas os dedos do meio (os maiores) para dentro, de modo a unir firmemente as palmas das mãos, nessa posição, é possível separar todos os dedos, menos os dedos da aliança.

aliança1

Cada dedo da mão, segundo a cultura chinesa, representa um membro da família: o polegar representa os pais, o indicador os irmãos, o médio representa você, o anelar (aliança) representa o companheiro (a), o mínimo os filhos.  

Ou seja, os polegares podem ser separado, pois ao se casar, você separa-se dos pais. Os irmãos e os filhos um dia também se separarão de você, pois se casarão e terão suas próprias famílias: os indicadores e o dedos mínimos também podem se separar. No entanto, o quarto dedo, ou seja, o anelar, onde estão as alianças, não se separam, simbolizando a união indissolúvel do casal.

Casamento2

 

                 

  -

Deixe um comentário


1